‎ Vereador Bruno Barbosa vai levar o caso da morte de Nicoly ao Ministério Público


28/04/2021 00h13 | Por: Alexandro Sousa/maisteixeira MTB-0006235

O documento que será protocolado nesta quarta-feira, pelo vereador no Ministério Público, tem quatro paginas incluído o depoimento dos familiares.

De acordo o documento a família de Nicoly contou que a jovem tinha realizada todo o pré-natal no município de Vereda e que no dia (17) deste mês às 17h30, a Dra. Lorena Barbosa Bispo solicitou ao SUREM, vaga e transferência da jovem Nicoly para a UMMI, pois seria necessário fazer uma “cesariana”, tendo em vista que no parto normal não seria possível fazer. Vale ressaltar que o município de Vereda realiza os partos normais de seus cidadãos, no entanto, quando é necessário um parto cesariano é encaminhado a “UMMI”, fato que ocorreu com a jovem, que veio a óbito. 

Ainda de acordo o documento que assim que a paciente chegou à Unidade Municipal materna Infantil “UMMI” os indicativos para uma cesárea foram ignorados, tendo Nicoly aguardado tempo demais por um parto normal, vindo sofrer uma parada cardiorrespiratório, apenas nesse momento a equipe de plantão realizou a cesariana, que para a família foi tarde demais, pois a paciente já se encontrava sem vida, segundo o laudo médico que a causa da morte seria desconhecida.

A família contou que o bebê de Nicole nasceu por volta das 05hs21 da madrugada do dia (19) e foi internado na UTI do mesmo hospital, que também não resistiu e veio a óbito às 15h15 do mesmo dia.

Oficio entreguem no dia 19 a Secretária de saúde Cristiane de Almeida Cerqueira Silva pedindo esclarecimentos sobre a morte da paciente e do bebê:

https://maisteixeira.com.br/wp-content/uploads/2021/04/Oficio-86-2021-Solicitacao-de-Esclarecimentos-do-Obito-da-gestante-Nicole-Sec.Saude-Cristiane-Almeida-1.pdf