Suzano promove formação para agricultores da mandiocultura no extremo sul


02/10/2021 12h43 | Por: Redação/Fonte:SigaaNoticia

A ação envolveu produtores de Alcobaça, Caravelas, Prado, Itamaraju, Jucuruçu, Teixeira de Freitas, Medeiros Neto, Ibirapuã e Itanhém

Para contribuir como o aumento da produtividade da mandiocultura no Extremo Sul da Bahia, a Suzano, por meio da consultoria Polímata, realizou um curso de formação semipresencial, entre os meses de julho e agosto, com o tema “Cinco Elementos da Produtividade da Mandioca”.  Mais de 130 agricultores de 11 municípios participaram da formação, realizada em cinco encontros.

A ação envolveu produtores de Alcobaça, Caravelas, Prado, Itamaraju, Jucuruçu, Teixeira de Freitas, Medeiros Neto, Ibirapuã e Itanhém, na Bahia, e Serra dos Aimorés, em Minas Gerais. A Suzano viabilizou um polo de apoio presencial em todos os municípios, sendo dois em Caravelas.  Em Teixeira de Freitas, a formação também contou com um intérprete em libras para garantir a participação de um agricultor com deficiência auditiva nos encontros.

Os participantes aprenderam sobre a metodologia dos “Cinco Elementos da Produtividade”, desenvolvida pela Polímata, e apresentada aos participantes pela coordenadora técnica do PAT Mandiocultura e consultora da Suzano, Jeilly Vivianne. Ela orientou os agricultores de forma simples e prática sobre formas de implementar a metodologia e aumentar a produtividade em seus plantios.

“Estamos formando multiplicadores de conhecimento nos municípios que poderão auxiliar no ganho de escala e no aumento da produtividade geral no território”, destaca a coordenadora técnica do PAT Mandiocultura e consultora da Suzano, Jeilly Vivianne.

A formação dá início ao trabalho de base para impulsionar o aumento médio da produtividade no território, como parte do Plano de Ação Territorial da Mandioca, que tem o objetivo de elevar a produtividade das atuais 12 t/ha para 30 t/ha. Além da formação teórica, os agricultores participaram de ações práticas e avaliação do ganho de produtividade.