Secretaria Municipal de Saúde desenvolve Programa de Controle do Tabagismo em Mucuri


10/01/2022 12h29 | Por: Fonte/Bahiaextremosu

Vinte pessoas com o desejo de parar de fumar já ingressaram em um grupo de tratamento gratuito realizado pela Prefeitura Municipal de Mucuri, por meio da Secretaria de Saúde e do Programa de Controle do Tabagismo.

Iniciado neste mês de janeiro, o Programa consiste na redução dos números de fumantes ativos e passivos promovendo ações educativas, intervenção medicamentosa se necessário após avaliação clínica. Entretanto, com uma equipe multidisciplinar composta por médico, enfermeiro, psicólogo, farmacêutico e técnico de enfermagem, o usuário encontra uma rede de apoio ao tratamento, em uma abordagem individual e coletiva, conforme a necessidade de cada um.

No programa é disponibilizado tratamento medicamentoso, abordagem cognitiva comportamental, auriculoterapia e atendimento multiprofissional. Os encontros são realizados na Unidade de Saúde da Família Gustavo Antunes Saúde – USF 001, no bairro Aroeira.

Pensando no usuário que trabalha durante o dia, para que consiga ter o acesso ao tratamento da melhor forma possível, a secretaria disponibiliza os encontros no período noturno.

O secretário Municipal de Saúde, o farmacêutico bioquímico Fernando Jardim, destacou que “parar de fumar vale a pena a qualquer momento da vida, a qualidade de vida melhora muito ao parar de fumar. Essa é uma das nossas missões: cuidar da população, por isso estamos ofertando mais uma ferramenta. Muito pertinente tem sido a iniciativa do Prefeito Roberto Carlos Figueiredo Costa, o “Robertinho” (DEM) em entender a realidade de muitos mucurienses que sonham em parar de fumar”, explicou. 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o cidadão que desejar ingressar no Programa de Controle Tabagismo em Mucuri, basta procurar sua Unidade de Saúde da Família e cadastrar-se gratuitamente.

O cigarro é a principal causa evitável de morte no ranking da Organização Mundial de Saúde (OMS), afeta milhões de brasileiros e pode causar muitas doenças, tais como câncer, doenças respiratórias aumentando em 2,5 vezes o risco de ter tuberculose, acidentes cardíacos podendo levar a morte.