Secretaria de Saúde orienta sobre combate à dengue


08/04/2020 22h41 | Por: Maisteixeira/Ascom

A crise mundial de enfrentamento ao Coronavírus tem motivado a população a ficar em casa devido aos riscos de contágio, mas há um outro inimigo que parece invisível, mas que requer atenção da sociedade. A dengue mata. neste momento, com períodos de chuva intercalados com período de sol e calor, as condições são favoráveis para que o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zyka e chikungunya, se prolifere. Portanto, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas orienta que os teixeirenses aproveitem este período de quarentena para limpar os quintais, observar todo e qualquer lugar que possa acumular água e principalmente passar estas orientações para os vizinhos.

A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente com a dengue. A população já tem combatido e lidado com a dengue há muitos anos. É sabido que para prevenir a dengue é necessário evitar o acúmulo de água, uma vez que o mosquito deposita seus ovos em recipientes ou locais cheios do líquido.

Para melhorar ainda mais a prevenção a Secretaria Municipal de Saúde dá dicas fundamentais para a prevenção. Veja:

Para prevenir, é preciso combater. Confira dicas de tarefas que vão eliminar os focos:

• Limpar e nivelar calhas;

• Guardar baldes e vasos vazios com a boca para baixo;

• Evitar plantas que acumulem água;

• Manter caixas d’água, cisternas e poços fechados;

• Lavar bem ao menos 2 vezes por semana vasilhas de alimentação de animais;

• Descartar lixo e entulhos;

• Guardar pneus em local coberto;

• Manter a lixeira externa sempre com tampa e protegida da chuva;

• Tampar os ralos e vasos sanitários;

• Manter a piscina sempre limpa e com cloro;

• Não deixar acumular água nas lajes.

Para a coordenadora dos agentes de endemias, Rutileia Paixão, o apoio da população é fundamental. “Devemos tirar cinco minutos do nosso tempo pra cuidar do quintal e da nossa casa. Precisamos ter consciência que a dengue mata e que é dever de todos combater o mosquito Aedes”, disse.