Regildo morre em confronto após trocar tiros com o PETO da 88°CIPM


16/04/2021 00h51 | Por: Alexandro Sousa/maisteixeira MTB-0006235

A troca de tiros ocorreu nesta quinta-feira, 15 de abril, em Cumuruxatiba, distrito da cidade do Prado.

De acordo a ocorrência Policial, que por volta das 15h00, uma guarnição do PETO, após receber informações de populares dando conta de que o indivíduo conhecido como Regildo estaria próximo à entrada da Aldeia Pataxó Pequi, no distrito de Cumuruxatiba, e estaria traficando drogas e ostentando uma arma de fogo.

Prado

Que após colher todas as informações a guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) deslocou até o distrito a fim de averiguar as informações, a guarnição avistara o suspeito que seria um velho conhecido da Polícia, ao se aproximar do mesmo e ao da voz de abordagem o suspeito que foi identificado como sendo Regildo Ribeiro Guedes, de 20 anos, acabou reagindo à abordagem sacando de uma arma e disparando contra os militares que acabou revidando.

Ainda de acordo os militares que Reginaldo acabou se invadindo entrando em uma residência próxima, e continuou a disparar contra os Policiais Militares, que tornou reagir à injusta agressão e acertando o suspeito que foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento da cidade do Prado, onde o mesmo ainda apresentava sinais vitais, e que ao chegar à Unidade de saúde fora confirmado o óbito pela equipe de plantão médico.

Prado

Na casa além da arma de fogo um revólver calibre 38, marca Taurus, de nº de série 14091251, com cinco cartuchos deflagrados e um intacto, os militares localizaram dentro de um saco plástico com 30 pinos de cocaína, 17 buchas de maconha, uma corrente dourada.

Regildo era um velho conhecido da Polícia, pois o mesmo seria apontado como o principal suspeito da onda de homicídios e trafica de droga no distrito.