Quarta-feira de Cinzas conheça o significado e o que é comemorado nesta data pelos cristãos católicos


14/02/2018 06h23 | Por: Alexandro Sousa/maisteixeira

As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia são um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Ela ocorre quarenta dias antes da Páscoa sem contar os domingos (que não são incluídos na Quaresma); ela ocorre quarenta e seis dias antes da Sexta-feira Santa contando os domingos. Seu posicionamento varia a cada ano, dependendo da data da Páscoa.

A data pode variar do começo de fevereiro até a segunda semana de março. Missas são realizadas tradicionalmente nesse dia nas quais os participantes são assinalados com cinza, na testa, pelo sacerdote, deixando uma marca de cruz que o cristão normalmente conserva até o pôr do sol.

Web

Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Oriente Médio de jogar cinzas sobre a cabeça como símbolo de arrependimento perante Deus (como relatado diversas vezes na Bíblia). No Catolicismo Romano, é um dia de jejum e abstinência. Como é o primeiro dia da Quaresma, ele ocorre um dia depois da “terça-feira gorda” ou Mardi Gras, o último dia da temporada de Carnaval.

Pe. Gilberto Jesus, da Paróquia São Paulo Apóstolo em Teixeira de Freitas, localizado no Bairro Nova Teixeira convida a todos para vim participar da santa missa as 19hs30.

E você sabe de onde vêm às cinzas que são passadas nos fieis na Quarta-Feira de Cinzas?

A cinza, não é papel queimado, nem graveto queimado, muito menos carvão triturado. Para quem não sabe, a cinza vêm dos ramos bentos do Domingo de Ramos do ano anterior. Quando são recebidos os ramos no Domingo de Ramos e levados para as casas, onde são colocadas junto aos crucifixos de parede e ou junto aos oratórios, mesmo que se cuide, com o tempo eles secam.

Quando secam, não devem ser jogados fora, pois foram bentos pelo sacerdote. Ao invés disso, devem ser entregues na igreja para que sejam queimados e transformados em cinzas, a fim de serem usadas no dia de Quarta-Feira de Cinzas. No dia de Quarta-Feira de Cinzas, os fiéis são marcados na testa com as cinzas em forma de cruz ou recebem um pouco sobre as suas cabeças, enquanto o sacerdote pronuncia a seguinte frase, à sua escolha: – “Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás!” ou “Convertei-vos e crede no Evangelho!”.