PF deflagra a Operação Dotted Roses para combater os crimes de produção de conteúdo com pornografia infantojuvenil


10/02/2021 04h47 | Por: Redação/Fonte PF

Suspeito foi preso em flagrante no momento das buscas em sua residência

Vila Velha/ES – A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (9/2), em Guarapari/ES, dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Vitória/ES, em face de um suspeito de abusar sexualmente de sua sobrinha, atualmente com 11 anos.

As investigações versam acerca das condutas de estupro de vulnerável, produção de vídeo contendo pornografia infantil e armazenamento e compartilhamento do referido material.

Foi produzido um relatório a partir de informações e fotos constantes no banco de dados ICSE (International Child Sexual Exploitation Database), atualmente gerenciado pela sede da INTERPOL, o qual é alimentado por seus países membros com imagens/vídeos de abuso sexual infantojuvenil distribuídos on-line e materiais apreendidos por suas polícias.

PF deflagra a Operação Dotted Roses

O caso foi denominado Dotted Roses, pois o suspeito filmou o abuso sexual da menor em uma cama com lençóis com pontos e rosas.  As apurações avançaram e identificaram a vítima e o suspeito, bem como o local de produção do vídeo do abuso (residência do suspeito).

Durante as buscas na residência do suspeito, foi encontrado material contendo imagens com pornografia e exploração sexual de crianças em seu celular, razão pela qual foi preso em flagrante pela posse de tais arquivos. Além disso, foram encontrados no quarto do suspeito prova robusta acerca do principal crime investigado.

O homem responderá pelos crimes previstos nos artigos 217-A do Código Penal e 240, §2º, inciso III e 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente. Se condenado, as penas mínimas de tais crimes somam 16 anos de reclusão.