Moradora do São Lourenço encontrada morta em Cumuruxatiba foi estuprada; aponta exames


22/08/2021 21h04 | Por: Redação/fonteteixeiraurgente

Durante a manhã deste domingo, 22 de agosto, o corpo de Érika Rodrigues Batista, de 18 anos, foi encontrado em uma praia de Cumuruxatiba, interior da cidade do Prado.

A jovem, que seria moradora do bairro São Lourenço, na cidade de Teixeira de Freitas, teria ido acampar com amigos no litoral, e durante a noite de sábado, 21, acabou saindo na companhia de outra jovem, que não teve o nome divulgado e ao retornar para o acampamento acabou se perdendo no caminho.

 Pela manhã os amigos perceberam que a Erika não teria retornado para o acampamento e foram em buscas pela jovem que foi encontrada morta sem roupas. A polícia foi acionada e o corpo foi construído ao IML de Itamaraju.

 De acordo os exames realizados pelo Departamento de Polícia Técnica confirmaram que Érika, foi estuprada e morta por asfixia provocada por esganadura.

O laudo será encaminhado para a cidade do Prado que vai investigar o crime.