Itamaraju: ACM Neto diz que em um mandato fará mais que o PT fez em 16 anos pela região


27/08/2021 09h45 | Por: Redação/Fonte:Sigaanoticia

O Ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, afirmou na noite desta quinta-feira 26, durante encontro com lideranças em Itamaraju, que pretende, em quatro anos como governador, fazer mais do que os governos do PT fizeram em 16 anos pelo extremo sul do estado.

Em mais uma edição do movimento Pela Bahia, Neto passou pelas cidades de Caravelas, Alcobaça, Prado e nesta sexta 27, cumpre agenda em Teixeira de Freitas.

Em seu discurso, Neto falou sobre desafios do estado nas áreas essenciais, como educação, saúde e segurança, e voltou a destacar a necessidade de investimento no desenvolvimento regional, aproveitando as potencialidades de cada região do estado. Participaram do encontro prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e deputados estaduais e federais, além de lideranças locais.

Dsiaprado nas pesquisas de intenção de voto, ele acredita em uma visão de aproveitar o máximo da vocação e do potencial de cada região. “A Bahia precisa ser um celeiro da atração de investimento”, pontuou, ao criticar também a ausência do governo do estado na região do extremo sul: “A distância territorial que separa Itamaraju de Salvador não pode ser justificativa para a ausência e o distanciamento do governo, e é isso o que a gente viu e é isso que o povo sente. Porque quando a gente conversa aqui no extremo sul as pessoas têm um ressentimento, com toda razão”.

SAÚDE

Na saúde, ele citou a falta de leitos de UTI na região, o que leva muitas pessoas a serem transferidas para a capital ou até mesmo para outros estados. O caminho, ele diz, “é interiorizar os investimentos para qualificar os serviços públicos”.

SEGURANÇA PUBLICA

Já na segurança, Neto ressaltou que a Bahia segue na liderança do ranking de homicídios do país, sendo responsável por 14% das mortes violentas do país. A Bahia precisa de um governador que “se envolva pessoalmente no enfrentamento ao crime, que bote para fora os bandidos”, salientou.