Elizeu da 12 morre em confronto com o PETO em Teixeira de Freitas


21/01/2018 02h18 |

Elizeu Almeida Marinho, que segundo informações da polícia, vinha executando os seus desafetos com crueldade nas últimas semanas na região do Castelinho em Teixeira de Freitas, utilizando uma arma de grosso calibre, uma ‘doze’, veio a óbito após uma troca de tiros na tarde deste sábado, 20 de janeiro, na ladeira do CEMAS, antigo CETAB, entre os bairros São Lourenço e Tancredo Neves.

Os policiais militares informaram na delegacia que foram acionados via central, após uma denúncia anônima, que informava que Elizeu estaria em uma residência próximo ao colégio, após as informações os militares do PETO e PETO Rotam foram ate o local ao se aproxima da residência e fazer o cerco os militares foram recebido a tiros pelo suspeito.

Ao perceber a presença dos militares, Elizeu começou a atirar contra a guarnição, que reagiu acertando o indivíduo. O acusado chegou a ser socorrido ao hospital, mas não resistiu, com Elizeu foi encontrado uma pistola ponto 45 mm.

O corpo foi removido ao IML de Teixeira de Freitas, já no fim da tarde o corpo foi necropsiado.[wzslider autoplay=”true” transition=”‘slide'” lightbox=”true”]