Davi do Povão falha em articulação para eleger prefeito de Teixeira de Freitas presidente do Consórcio Construir


11/01/2021 19h22 | Por: Redação/maisteixeira

Ao todo, são treze os municípios integrantes da microrregião extremo sul da Bahia. Teixeira de Freitas é o maior deles. Era natural ao município pleitar o comando do consórcio, responsável por unificar os esforços comuns para a melhoria da infraestrutura, através do custeio de serviços que viabilizam mais desenvolvimento para a região.

Nessa linha, a função de Neuvaldo David de Oliveira, mais conhecido como Davi da Caixa, era articular o nome do Prefeito de Teixeira de Freitas, Marcelo Belitardo (DEM), para compor a chapa da diretoria, na função de presidente, do Construir – Consórcio Público Intermunicipal de Infraestrutura do Extremo Sul da Bahia.

O resultado da eleição realizada na manhã desta segunda-feira (11) não saiu como planejado. A presidência e a vice-presidência ficaram, respectivamente, com Manrick Teixeira (prefeito de Vereda/PP) e Beto Pinto (Prefeito de Medeiros Neto/PROS). O prefeito de Teixeira de Freitas, Doutor Marcelo Belitardo (DEM), foi eleito tesoureiro, numa chapa alternativa, que contou com a maioria dos treze prefeitos do extremo sul.

Davi do Povão está nomeado Diretor de Departamento de Relações Institucionais, cargo vinculado ao Gabinete do Prefeito de Teixeira de Freitas, Marcelo Belitardo. A função dele é defender os interesses do município onde está lotado. A eleição do consórcio é mais uma derrota, mais uma falha e mais uma articulação frustrada em seu histórico. Essa não é a primeira, longe disso. Recentemente, disputando as eleições em Caravelas, amargou uma derrota esmagadora de 3.965 votos (32,91%) contra 7.161 votos (59,44%) para Silvio Ramalho, que disputava a reeleição ao cargo de prefeito de Caravelas.