Conheça as 16 doenças mortais da História da humanidade


06/03/2020 21h33 | Por: Genjicleia Rocha / Fonte

 Durante século varias pessoas veio a óbito por causas de varias doenças pelo mundo, por isso o site MaisTeixeira replicou a matéria do site “bol” que foi publicado em 2016, para que você possa relembra.

     Malária

Esta doença é transmitida pelo mosquito e provoca sintomas como febre e dor de cabeça que, em casos mais graves, podem progredir para o coma ou morte.

HIV

É o vírus causador da Aids, uma doença que leva à falência progressiva do sistema imunológico, abrindo caminho para infecções potencialmente fatais. Desde a sua descoberta, já causou mais de 30 milhões de mortes.

Sarampo

O sarampo é transmitido através da respiração e é altamente contagioso. Cerca de 90% de pessoas que compartilham espaço com alguém infectado vai pegar a doença. Embora a grande maioria dos pacientes sobreviva ao sarampo, é comum acontecer complicações como a bronquite e a panencefalite, que pode levar à morte.

Hanseníase

Doença infecciosa crônica que deforma a superfície da pele, muitas vezes levando ao isolamento social. Apesar de já existirem tratamentos eficazes, em várias partes do mundo os pacientes ainda são recolhidos em leprosários.

SARS

A síndrome respiratória aguda grave é uma pneumonia atípica, que teve um surto em meados de 2003. A causa da doença não foi determinada e ainda pode estar presente em hospedeiros naturais, havendo o risco de voltar a afetar humanos.

Peste bubônica

Transmitida pelas pulgas dos ratos, a doença mata cerca de dois terços dos infectados em apenas quatro dias.

Acidente vascular cerebral

O AVC acontece quando o fluxo de sangue para uma parte do cérebro é interrompido devido a algum vaso bloqueado ou rompido

Infecções respiratórias inferiores

Existem dois tipos de infecções respiratórias inferiores, bronquite e pneumonia. Alguns sintomas comuns dessas infecções são coriza e espirros, dor de cabeça e dor de garganta. A falta de tratamento é potencialmente fatal

Sífilis

Esta doença sexualmente transmissível infecta cerca de 12 milhões de pessoas anualmente. Os sintomas incluem desde erupções cutâneas a problemas cardíacos. Às vezes pode ser de difícil diagnóstico inicial, levando a complicações.

Influenza A-H1N1

A gripe suína é mais uma cepa mortal e contagiosa do vírus influenza. Apesar de considerada controlada, o Brasil teve um surto recente, e a vacinação é recomendada.

Meningite

Meningite é a inflamação das membranas protetoras que cobrem o cérebro e a medula espinhal. A inflamação pode ser causada por uma infecção ou por alguns remédios. Os sintomas mais comuns são dor de cabeça e rigidez do pescoço, associada à febre, confusão ou alteração de consciência, vômitos e intolerância à luz e barulho.

Doença isquêmica do coração

É o ataque cardíaco ou os fatores que predispõem os pacientes aos ataques. Mata cerca de 30% da população.

Doença pulmonar obstrutiva crônica

Causada por partículas nocivas ou de gás, mais frequentemente a partir do tabaco, que desencadeiam uma resposta inflamatória anormal no pulmão. Deve se tornar a quarta principal causa de morte em algumas décadas

      Tétano

 O tétano é uma condição médica caracterizada por uma contração prolongada das fibras musculares. A infecção geralmente ocorre através da contaminação de feridas e muita vez envolve um corte ou ferimento profundo. À medida que a infecção progride, ocorrem espasmos musculares na mandíbula e em outras partes do corpo.

Influenza aviária

A maioria das ocorrências de gripe aviária em humanos resulta da manipulação de aves mortas infectadas ou do contato com fluidos infectados

Ebola

Encontrada pela primeira vez na região do rio Ebola, na República do Congo, a doença causa febre, fraqueza muscular e outros sintomas que evoluem para hemorragia grave, e o paciente pode sangrar até a morte. Ainda não existe um tratamento eficaz contra o ebola