Caso Kezia: suspeito de feminicídio é transferido ao Batalhão de Choque da PM


21/10/2021 19h19 | Por: Redação/Fonte:Liberdadenews

O suspeito de matar a namorada, Kezia Stefany, no Rio Vermelho, o advogado José Luiz de Britto Meira Júnior foi transferido do Serviço de Polícia Interestadual (Polinter) para o Batalhão de Choque da Polícia Militar, em Lauro de Freitas, nesta quinta-feira, 21.

A defesa do advogado tentou mantê-lo em regime domiciliar, baseando-se na sentença da justiça, que determinou transferência para Sala de Estado Maior e, na impossibilidade, o cumprimento em casa. A Secretaria de Administração Penitenciária da Bahia (SEAP) informou que o estado não dispõe deste tipo de Sala.

A Polícia Civil, no entanto, recorreu e pontuou que o advogado poderia ser custodiado em uma sala no Batalhão. Por volta das 10h da manhã desta quinta-feira, a justiça acatou a proposta.

Usando roupas leves e chinelo, José Luiz deixou a Polinter cobrindo o rosto e foi conduzido por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ao Batalhão. Antes, o advogado passará por exames no Instituto Médico Legal (IML).

O caso

De acordo com a Polícia Civil, Kezia Stefany da Silva Ribeiro, 21 anos, foi assassinada pelo seu namorado, o advogado criminalista José Luiz Meira, com quem se relacionava há dois anos. O suspeito foi preso em flagrante.

Informações da Polícia Militar apontam que, ao chegar ao local dos disparos, os agentes da 12ª Companhia Independente (Rio Vermelho) foram informados de que o advogado teria levado Kezia para o Hospital Geral do Estado (HGE). Na unidade de saúde, foi constatado o óbito da jovem.

O advogado foi encontrado em um apartamento, no Edifício Residenziale Da Vinci, no bairro da Pituba. O suspeito foi preso por uma guarnição da Polícia Militar e autuado em flagrante pelo crime de feminicídio no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Kezia foi sepultada na manhã da última segunda-feira, 18, em Feira de Santana, cidade em que ela morava. Amigos e familiares estiveram presentes na cerimônia.