Bahia registra 5.471 casos de Covid-19 nas últimas 24h


16/01/2021 03h23 | Por: Maisteixeira/Fonte G1

De acordo com a Sesab, número é reflexo das festas e aglomerações ocorridas no final do ano e da retomada das notificações de alguns municípios que tiveram equipes de vigilância reestruturadas por novas gestões.

A Bahia registrou 5.471 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo maior número desde o início da pandemia, de acordo com as informações divulgadas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na tarde desta sexta-feira (15).

De acordo com a Sesab, o número é reflexo das festas e aglomerações ocorridas no final do ano e da retomada das notificações por parte de alguns municípios que tiveram as equipes de vigilância reestruturadas devido às novas gestões. O recorde do número de casos, dentro de 24 horas, ocorreu em 22 de julho, quando foram contabilizados 6.401 casos.

Segundo dados do boletim, 32 mortes foram registradas em datas diversas. O estado contabiliza 528.539 pessoas atingidas pela doença e 9.575 mortes desde o início da pandemia, o que representa uma letalidade de 1,82%. Do total de casos, 508.689 já são considerados recuperados e 10.775 encontram-se ativos.

Nesta sexta, o governo divulgou o plano de imunização estadual, que será dividido em quatro etapas, e disse que está preparado para vacinar 5,08 milhões de pessoas até maio. Cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês. A previsão é de que a vacinação comece na manhã da próxima quarta-feira (20).

O órgão estadual também anunciou que será prorrogado o decreto que suspende shows, além das aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. A publicação da medida estará disponível no Diário Oficial do Estado (DOE) de sábado (16) e vale até o dia 30 de janeiro.

Salvador é a cidade onde há o maior número de casos proporcionais de pessoas atingidas pela doença: 22,59% do total. Dentre os municípios com maior incidência por 100 mil habitantes, as cidades que registram o maior coeficiente são Ibirataia (10.625,65), Muniz Ferreira (8.703,85), Conceição do Coité (8.593,05), Itabuna (8.272,56), Jucuruçu (8.174,45).

De acordo com a Sesab, o boletim epidemiológico contabiliza ainda 932.654 casos descartados e 130.560 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h desta sexta-feira.

As informações detalhadas no boletim podem ser acessadas no site da secretaria e também em uma plataforma disponibilizada pelo órgão na internet. Segundo o mesmo documento, 38.408 profissionais da Saúde testaram positivo para a Covid-19 em todo o estado.

Mortes por raça, cor e sexo

Dentre os óbitos registrados na Bahia, 56,52% ocorreram no sexo masculino e 43,48% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,12% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,29%, preta com 14,68%, amarela com 0,65%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,13% dos óbitos.

O percentual de casos com comorbidade foi de 70,92%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,61%).

Número de leitos

Dos 2.031 leitos disponíveis no estado, 1.252 estão ocupados, o que representa uma ocupação geral de 62%.

Do total de leitos na Bahia, 984 são para atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e, neles, a ocupação é de 74% (728). A ocupação nos leitos de UTI pediátrica é de 57%, com 20 das 35 unidades ocupadas.

Já as unidades de enfermaria adulto estão com 49% da ocupação (475 leitos ocupados) e a pediátrica, com 62% (29 leitos ocupados).

Em Salvador, 71% dos leitos de UTI adulto estão ocupados e 63% das UTIs pediátricas encontram-se em uso. As enfermarias na capital baiana registram uma ocupação de 71% para adulto e 63% para pacientes da pediatria.