102 casos de COVID-19 são registrada em Teixeira de Freitas


26/05/2020 21h18 | Por: Maisteixeira/Fonte Ascom PMTF

Teixeira de Freitas registra, em 26/05/2020, 102 casos confirmados do novo coronavírus (COVID-19). A Secretaria Municipal de Saúde informa: são 31 novos casos positivos confirmados somente hoje, ou seja, aumento de 44% de casos positivos em comparação aos números oficiais de ontem. O Governo Municipal emitiu nesta data o Decreto 500/2020, pelo enfrentamento ao Coronavírus, é mais rígido quanto ao funcionamento de estabelecimentos e comércio.

Em nome da saúde pública, a Gestão Municipal recomenda: fique em casa. Quem precisa sair, tem que usar máscara. Na rua, use álcool 70 para higienizar mãos e objetos. Ao chegar em casa, lave muito bem as mãos com água e sabão. Não entre em casa calçando os sapatos que usou na rua. Evite visitar ou receber visitas. Caso esteja com quaisquer sintomas de gripe, faça o isolamento social.

Em Teixeira de Freitas, os números atuais são de: 102 casos positivos. Destes, temos 39 casos positivos já recuperados. São 148 casos descartados e 16 casos suspeitos aguardando o resultado da análise pelo LACEN. Considerando o total de casos positivos, em comparação aos já recuperados, afirma-se: há em Teixeira de Freitas, nesta data, 63 casos ativos. Essas pessoas permanecem monitoradas pela Vigilância Epidemiológica ou pela Atenção Básica e com sintomas da COVID 19.

Com relação a ocupação de leitos do HMTF, há 8 pacientes internados com o quadro de saúde estável, destes 2 na UTI e 6 na enfermaria.

O que fazer em caso de sintomas da COVID-19?

Antes de tudo, é preciso entender quais os sintomas da Covid-19. Os mais comuns se assemelham a uma gripe: febre acima de 37,8ºC, mal-estar, tosse e outros problemas respiratórios, como coriza, dor de garganta e dificuldade para respirar. A doença também possui outros sintomas menos conhecidos, como perda de olfato e paladar, dor nos músculos e nas articulações e problemas gástricos, como enjoo e diarreia.

É justamente pela semelhança com outras doenças, como a gripe, que não se deve correr para o hospital ao menor sinal de febre e tosse. Motivo: isso pode sobrecarregar o sistema de saúde. Além disso, caso você não esteja com Covid-19, ir a um ambiente hospitalar te coloca em risco de contaminação.

Se você apresentar sintomas leves de Covid-19, a recomendação do Ministério da Saúde é fazer o isolamento domiciliar por 14 dias. Se possível, como pede a Organização Mundial da Saúde (OMS), que a quarentena se estenda para todos que moram na sua casa. Nesse momento, a informação é sua melhor aliada. Na Bahia, o canal de informações é o Disque 155.

Critérios para os exames da Covid-19

No Sistema Único de Saúde (SUS), a coleta de amostras para a realização do exame RT-PCR, que é o padrão ouro para a identificação do genoma viral, deve ocorrer em cinco situações: pacientes internados com suspeita de coronavírus, independente da gravidade; pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de Covid-19 ou que tenham tido contato com casos confirmados de coronavírus, mesmo que assintomáticos; pacientes que foram a óbito com suspeita de Covid-19, cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida; e em indivíduos institucionalizados durante investigação de surtos da doença.